Ainda que rodeado de muitas incertezas, o Brexit tem data marcada para 2020, sendo que o último orçamento da UE parece já ter tomado este facto como uma realidade. 

 

 

Não sendo certo em que termos os Europeus irão poder residir e trabalhar no novo Reino Unido saído do Brexit, um facto parece inquestionável: os profissionais de saúde Portugueses continuam em alta com a demanda por parte de empregadores a ser cada vez maior. 

 

Com clientes institucionais como hospitais do Serviço Nacional de Saúde (NHS), regiões de saúde e cadeias de hospitais e lares privados, a Vitae Professionals tem actualmente disponíveis inúmeras posições nas mais variadas áreas da Saúde, desde Médicos, Enfermeiros e Técnicos de Imagem a Auxiliares de Saúde. 

 

Um exemplo claro desta crescente necessidade é o nosso mais recente projecto de recrutamento de Médicos especialistas em Saúde Familiar e Medicina Interna para trabalhar na região sul de Inglaterra. Com mais de 2000 vagas, o empregador dá assistência com o processo de inscrição na Ordem dos Médicos Britânica (General Medical Council), oferece um programa de integração e formação, e presta apoio com os exames IELTS e OET. Oferece ainda um apoio de deslocação durante todo o processo.

 

Sendo Enfermagem e Imagem Médica e de Diagnóstico as áreas mais fortes no negócio da Vitae Professionals, estes profissionais têm disponíveis imensas ofertas para hospitais do NHS nas mais diversas áreas, que incluem diferentes tipos de apoio na deslocação, salários competitivos e 35 dias de férias anuais. No Hospital de Southampton por exemplo, a Vitae Professionals tem disponíveis mais de 50 posições para Enfermeiros e Técnicos de Radiologia, com entrevistas via Skype a decorrer periodicamente e profissionais a iniciar funções a intervalos regulares. 

 

O feedback de empregadores e profissionais continua a ser extremamente positivo reforçando a convicção de que o Reino Unido continua a ser um local de eleição para um emprego de futuro na área da Saúde. De acordo com Nuno Pinto, responsável de formação da empresa e Enfermeiro com experiência em ambos os países, "Mesmo com o Brexit, o sistema de saúde do Reino Unido continuará a depender da qualidade, empenho e capacidade de trabalho dos profissionais Europeus, sendo que o governo já reafirmou o seu compromisso para que estes continuem as suas carreiras no país e para que que todos possam ser recebidos no país se assim o desejarem.”

 

 

Acrescenta ainda que “Há inúmeros exemplos de profissionais Portugueses com uma carreira de sucesso e papel preponderante no sistema de saúde Britânico e este papel é seguramente reconhecido por todos os que compõe este sistema e por aqueles que dele dependem."

 

Mesmo entre profissionais não qualificados, a demanda é crescente com várias cadeias de lares e empresas de serviços de apoio domiciliário a recorrer à empresa para colmatar as suas necessidades. Oferecendo salários a rondar as 8£/hora, 37.5 horas semanais, com alguns empregadores a oferecer o voo e a dar apoio a encontrar acomodação a preços acessíveis. Estas empresas estão a realizar entrevistas para Auxiliares de Saúde através de Skype, tendo já colocado dezenas destes profissionais desde o início de 2018! 

 

Em suma, parece evidente que com ou sem Brexit os profissionais Portugueses continuam a ser altamente reconhecidos, valorizados e requisitados pelo sistema de saúde Britânico. Se estiver interessado numa carreira fora de Portugal, não hesite em entrar em contacto com os profissionais da Vitae Professionals. A nossa experiência de 7 anos em recrutamento internacional será certamente uma mais valia para quem pretende saber qual é a melhor forma de dar este próximo passo na sua vida profissional! 

 

Conheça a equipa da Vitae Professionals

 

Contacte-nos através do email info@vitaeprofessionals.com.

Para mais informações Contacte-nos!

Contactar!