• Técnica de Radiologia

     

    O meu nome é Dulce Rua, tenho 25 anos e sou técnica de radiologia especializada em Ressonância Magnética. Vivo em Nottingham e trabalho no sector de saúde privado inglês, há cerca de um ano e meio.

    Há dois anos, vivia no Porto e tinha emprego, no entanto sabia que dali a uns meses iria ficar desempregada. Senti vontade de sair do país, de evoluir pessoal e profissionalmente. Conheci o Marcos Ferreira da Vitae Professionals numa sessão de esclarecimento personalizada, na cidade das Profissões.  Nesta sessão, o Marcos analisou o meu Curriculum Vitae, esclareceu  dúvidas e informou-me sobre a documentação necessária para me inscrever no Health and Care Professions Council (HCPC), o órgão que regulariza a minha e outras profissões de saúde, aqui no Reino Unido, como em Portugal existe a Administração Central do Sistema de Saúde.

    Dois meses depois, tinha uma entrevista marcada, no Porto, organizada pela Vitae Professionals, para trabalhar numa empresa de imagem e diagnóstico, onde ainda me encontro a trabalhar. O balanço deste tempo cá é positivo: há respeito pelo funcionário, pelas leis do trabalho, há benefícios, salários ajustados à hierarquia (sim, há uma carreira com diferentes escalões!) e investimento  contínuo no desenvolvimento  dos conhecimentos técnicos do profissional de saúde.

    Para quem está a pensar vir para o Reino Unido quero sublinhar o facto de ser um sonho concretizável, mesmo após o acontecimento político “brexit”, pois continuam a surgir variadas ofertas de trabalho, sem descriminação de nacionalidade.

    É importante analisar para que região geográfica o candidato quer ir viver/trabalhar, sobretudo fatores como o clima, o custo de vida, acesso a transportes ou aeroportos na zona.

    Na área da saúde, aconselho os meus colegas a procurarem ajuda profissional, no sentido da preparação dos documentos para o processo de inscrição no HCPC (traduções certificadas, formulário oficial do órgão referido preenchido em inglês). Se não estão a trabalhar há algum tempo, aventurem-se num estágio voluntário, pois essa experiência recente e a demonstração de querer continuar inserido no mundo profissional são valorizadas pelo empregador  e pelo órgão HCPC. Irei continuar no Reino Unido durante mais alguns anos, sem planos para regressar a Portugal, por enquanto. 

    Um grande agradecimento à Vitae Professionals e, em especial, ao profissional Marcos Ferreira, pois ajudaram-me a mudar a minha vida!

    Dulce Rua
  • Auxiliar de Ação Médica

     

    Desde que me candidatei a uma vaga de agente de geriatría, a Vitae Professionals acompanhou-me sempre, desde o principio, em todo o processo de recrutamento , selecção, suporte e até mesmo quanto iniciei esta nova fase de carreira profissional. Agradeço a toda a equipa da Vitae Professionals por terem-me dado esta oportunidade de poder crescer e evoluir profissionalmente.

    Vanessa Bernardes
  • Enfermeira

     

    Toda esta aventura começou a partir do momento em que decidi que gostaria de ter a experiência de trabalhar no estrangeiro. Inglaterra foi a minha escolha e assim comecei a procurar propostas de emprego. Existiam várias e de várias companhias, mas chamou-me à atenção a proposta para Luton, por ser perto de Londres e por todo o processo ser realizado com a Vitae Professionals, uma empresa portuguesa.

    Relativamente ao IELTS, considero que existe um grande alvoroço em torno das altas notas que pedem, da exigência do exame. A verdade é de facto, que o seu conteúdo em nada avalia a prática de enfermagem, no entanto na minha perspectiva foi acessível. Aconselho, ainda assim, a que se veja e revejam exames prévios e se pratique através dos mesmos, o que será uma grande ajuda.

    Estou em Luton há quase um mês e vim sozinha, mas até agora tenho encontrado imensos portugueses que têm sido um grande apoio na minha adaptação. Não conheci nem metade, mas ao que parece somos mesmo muitos. Até agora estou a gostar do hospital, estou num serviço que escolhi, e tudo tem sido feito pela minha boa adaptação.

    Em relação a todo o processo para me trazer até cá com a Vitae Professionals, tenho um grande obrigada e muito a agradecer à D. Elisabete Sousa que foi incansável, depois de inúmeros e-mails trocados, onde todas as minhas dúvidas e receios eram respondidos de imediato. Agradeço imenso pelo profissionalismo, pela eficiência, pela transparência e humildade com que me tratou.

    Margarida Nascimento
  • Biomedical Scientist

     

    O meu nome é Luis Frutuoso e estou a trabalhar no Reino Unido como Associate Practitioner há pouco mais de 2 meses. Decidi tentar a minha sorte neste país após terminar a licenciatura de Anatomia Patológica na ESTSP, enviando assim um e-mail para a Vitae Professionals. Ajudaram-me a elaborar um CV que correspondesse aos requisitos no RU e recrutaram-me para uma agência de trabalho britânica. Para já estou como locum, que funciona mais ou menos como trabalhador independente, esperando assim que a minha aplicação para o HCPC seja aceite. Assim sendo, serei reconhecido como Biomedical Scientist. O auxílio e disponibilidade da Vitae Professionals com toda a documentação para o HCPC foi imprescindível. Mudar de país pode ser assustador ao início, contudo rapidamente nos adaptamos ao RU e a toda a sua multietnicidade e a quantidade de mercado de trabalho que está ao nosso dispor é vasta. Este país também nos oferece a possibilidade de contratos permanentes ou independentes, permitindo uma maior liberdade de escolha, conforme a opção de cada um. Portugal, atualmente, tem um mercado muito fechado para a minha área. Não me arrependo de ter arriscado. Aqui estou a ganhar experiência profissional, a “fazer currículo” como é hábito dizer, contudo nada me impede de voltar um dia caso surjam oportunidades. Quem desejar arriscar, aconselhá-lo-ei vivamente e garanto que podem contar com a equipa da Vitae Professionals para ajuda em todo o processo.

    Luis Frutuoso
  • Auxiliar de Ação Médica

     

     

    A minha ida para o Reino Unido abriu-me as portas para uma nova vida, para uma nova fase. Todo o processo foi feito com o apoio de todos, que com toda a disponibilidade e vontade de ajudar me fizeram sentir extremamente bem acompanhada. Obrigada a toda a equipa pela ajuda e por me darem esta oportunidade. Relativamente à papelada e ao alojamento foram cinco estrelas mesmo, não tive que me preocupar com nada. Até as viagens foram marcadas com base nos papéis que me deram onde tinham tudo descriminado. Para os novos candidatos só tenho a dizer, arrisquem, não tenham medo, com a Vitae Professionals estão seguros e garantidos. Se trabalharem para isso podem vir a aprender muito.

    Diana Sousa

Para mais informações Contacte-nos!

Contactar!